16.4.09

 Inicialmente, com a colaboração dos alunos do 6º ano, conhecemos as Pulgas!

 

 

 

Classificação científica:

 

Reino: Animal

 

Filo: Artrópodes

 

Classe: Crustáceos

 

Género: Daphnia 

 

Nome científico: Daphnia magna    

 

                                                                                                               Foto 1 - Dáfnia ou pulga-de-água   

 

Nome vulgar: Dáfnia ou pulga-de-água              

  O segundo nome é devido ao movimento das antenas que lhe dá a aparência de se deslocar em pequenos saltos.   

                                                                                             

 

 

 

Dimensão: 0,2 - 5 mm

 

 

 

Revestimento: Exosqueleto - Carapaça bivalve

Sofrem mudas, geralmente seis, até à idade reprodutiva.    

                               

 

 

 

Foto 2 - Dáfnia ou pulga-de-água 

 

 O revestimento transparente torna possível observar todas as partes que a constituem. Apresenta sistema nervoso, digestivo, circulatório, respiratório, óptico e reprodutor. É possível observar, por exemplo, as alterações dos batimentos cardíacos quando está na presença de substâncias a que é sensível.

 

 

 

Locomoção: Natação

 

 As duas grandes antenas funcionam como apêndices natatórios.

 

 

 

Alimentação: Microalgas (fitoplâncton), mas também detritos orgânicos, bactérias e protozoários. 

  

Foto 3 - Microalgas (Chlorella vulgaris)

 

 

 

Reprodução: Assexuada e sexuada

 

 A - Fêmea adulta com ovos

 

 B - Ovo não fecundado

 

 C - Fêmea juvenil

 

 D - Fêmea c/ óvulos de repouso

 

 E - Macho

 

 F - Espermatozóides

 

 G - Ovos de repouso ou efípios   

 

 ___ - Reprodução sexuada

 

 ___ - Reprodução assexuada

 

 

 

  A maior parte do tempo as populações são constituídas quase só por fêmeas que se reproduzem assexuadamente. Os ovos não fecundados, ovos de verão, originam fêmeas iguais aos adultos.

            Quando as condições ambientais não são favoráveis, estas apresentam reprodução sexuada.

 

 

       

                                                  Foto 4 - Fêmea                      Foto 5 - Macho

 

A espécie apresenta dimorfismo sexual, a fêmea distingue-se do macho pelo tamanho (é maior) e um rostro mais saliente.

 

 

 

 

Ambiente: Aquático de água doce (lagos e charcos).

 

 Foto 6 - Ambiente (aquático de água doce) da Pulga-de-água 

 

 

 

Influência do ser humano: A pulga-de-água possui elevada sensibilidade a uma grande variedade de tóxicos, por isso, o aumento de substâncias poluentes no meio aquático pode pôr em risco esta espécie e outras que dependem desta. 

 

 

 

 A espécie Daphnia magna foi escolhida como modelo biológico para testar os efeitos de várias substâncias no seu organismo, pois para além de algumas vantagens já registadas anteriormente, as suas respostas biológicas fundamentais são muito semelhantes às humanas.

 

 

 

 Sabemos que é importante respeitar todas as formas de vida, pelo que tivémos alguns cuidados durante a realização das nossas actividades!

 

 

Foto 7 - Fêmea com ovos de Verão

link do postPor pulgascomsaude, às 12:42  comentar

 
mais sobre mim
Abril 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
18

19
20
22
23
25

26
27
28
29
30


arquivos
2009

blogs SAPO